Crie um ambiente aconchegante e iluminado com uso de plantas na decoração

A ideia de criar um refúgio dentro da própria casa parece algo bem interessante e é justamente essa a proposta ao usar flores e plantas na decoração. O contato próximo com elementos da natureza transfere ao ambiente uma sensação de bem-estar e não para por aí, algumas espécies podem ter funções relaxantes e até purificadoras.

Para melhorar a qualidade do ar, aposte em espécies como Clorofito e Lavanda; se a ideia for aumentar o ânimo invista na Espada de São Jorge; ou ainda diminua a ansiedade com Gardênia. Agora, se uma boa noite de sono é tudo que você precisa, a Babosa e o Jasmim são opções perfeitas.

É inegável o poder que todas elas têm, além de deixar qualquer cantinho muito mais alegre e divertido, com frescor e perfume na medida certa. Outro motivo para cultivar plantas e flores é que esse hábito também traz inúmeros benefícios à saúde mental, sendo um excelente exercício de meditação que demanda muita atenção e cuidado.

 Algumas dicas básicas para quem quer se jogar nesse hobby é saber se o local escolhido bate sol e em quais horários específicos, além de ser realista sobre sua disponibilidade para os cuidados, ou seja, quantas vezes por semana é possível dedicar um tempo para suas plantas e flores.

 Ao definir esses pontos é possível pensar no tipo de espécie que se encaixa a essa rotina e por isso reunimos aqui algumas opções para ajudar na sua escolha:

Marantas

Encontrada em tons de verde, rosa e roxo, essa espécie deve ser cultivada à meia-sombra, pois a incidência direta do sol pode descolorir suas folhas, além de deixá-las enroladas e secas. É recomendado manter seu solo úmido e borrifar as folhas com água em dias secos.

Antúrio

Não precisam de sol direto para se desenvolverem, um local bem iluminado, somente com luz difusa é o suficiente. Suas folhas têm formato de coração e suas flores podem ser encontradas nas cores vermelha, branca, verde, roxa ou rosa. Para a rotina de cuidados, é importante não encharcar o solo, pois suas raízes podem apodrecer.

Jiboia

É uma planta de clima tropical, acostumada a viver sob a sombra de outras plantas. Para que cresça saudável é importante um solo rico em matéria orgânica combinado com irrigações frequentes, calor e uma boa luminosidade.


Guia completo sobre o uso do porcelanato em banheiros

Tão importante quanto qualquer outro cômodo da casa e muitas vezes esquecido quando o assunto é decoração, o banheiro merece todo cuidado na escolha do seu visual. Investir em bons materiais e acessórios é investir no seu bem-estar, afinal um bom acabamento confere ao espaço não só beleza e elegância, como também segurança e qualidade. Para te ajudar nessa missão vamos falar sobre o porcelanato e seus benefícios, uma opção versátil que vem conquistando espaço em projetos de interiores que valorizam uma proposta moderna e sofisticada.

Além da estética impecável, esse é um revestimento com diferentes texturas, sendo que as mais ásperas são ideais para não deixar o piso do banheiro escorregadio e perigoso para crianças e idosos. Por outro lado, uma superfície lisa e uniforme facilita a limpeza e impede o acúmulo de sujeira, sendo uma excelente escolha para as paredes e bancadas.

Outra vantagem desse material, sem dúvidas, é sua durabilidade: alguns tipos são mais resistentes a arranhões e a maioria deles não estraga em contato com a água. O porcelanato é composto 30% de argila e 70% de pedra, o que torna seu processo de deterioração mais lento do que o piso de cerâmica, cuja fabricação consiste em 30% pedra e 70% argila.

Conheça agora os principais tipos de porcelanato indicados para banheiro e descubra qual a melhor opção se encaixa ao estilo e as necessidades da sua casa.

 Porcelanato Polido

Superfície lisa e brilhante são características desse produto, excelente escolha para compor um ambiente moderno e elegante. Por ser mais escorregadio não é muito indicado para o piso do box, sendo uma aposta mais certeira para as paredes e a bancada.

Porcelanato de madeira

Um ar rústico e ao mesmo tempo aconchegante e acolhedor, essa é proposta de quem usa o porcelanato de madeira no banheiro. Com textura em relevo, esse revestimento pode ser usado até mesmo no piso sem se tornar escorregadio.

 Porcelanato acetinado

Esse tipo de acabamento confere ao porcelanato uma textura mais sedosa e fosca, com pouco ou nenhum brilho, o que deixa a peça menos escorregadia e resistente a riscos. Uma proposta aconchegante e segura para famílias com crianças e animais de estimação.

Porcelanato de mármore

Sofisticado e imponente, assim podemos definir essa versão de porcelanato que imita pedra de mármore, sem perder o charme e a qualidade tão característicos desse produto. Na decoração de banheiros não existe contraindicação e pode ser usado como manda sua imaginação: piso, bancada e parede.

 Porcelanato antiderrapante

A versão mais segura para áreas molhadas, muito usado em ambientes externos e por isso também requisitado para compor a decoração dos banheiros. Engana-se quem pensa que a estética ficará prejudicada com essa escolha, existem inúmeras opções no mercado cheias de charme e estilo.


3 dicas para quem deseja investir em uma decoração sofisticada e elegante

Muito além do conforto e do aconchego que toda casa merece ter, apostar em um estilo de decoração mais sofisticado transmite ao ambiente toda a personalidade de seu proprietário. À primeira vista esse universo pode parecer um pouco complexo e até minucioso de se trabalhar, mas aos poucos é possível notar que somente alguns ajustes já fazem toda diferença.

Aposte sempre no bom gosto e busque valorizar os espaços, uma boa distribuição entre os cômodos, além de facilitar a locomoção e a circulação do ar, vai deixar tudo mais harmônico e equilibrado. A altura do pé direito também é outro ponto importante. Se estiver construindo a melhor opção é um pé direito alto. Você ganha mais espaço para decorar e, de quebra, essa amplitude é capaz de deixar qualquer lugar muito mais requintado.

Acompanhe agora três dicas para deixar o seu lar doce lar muito mais elegante.

1- Cor, luz e sombra

A escolha da paleta de cores da sua decoração é determinante para um visual moderno e requintado. Pense não só nas cores das paredes, mas também nos móveis e acessórios.

Para quem vai investir em um décor minimalista, os tons sóbrios serão as melhores escolhas. Em uma aposta que foge do tradicional, opte por nuances claras e médias. Agora, se a ideia é ser autêntico, saiba que as cores mais escuras terão esse poder. Lembrando que o branco reflete a luz e para não parecer monótono é preciso combiná-lo com outras texturas: plantas, tecidos, elementos metalizados, ou até mesmo papéis de parede.

Por falar em luz, iluminação é tudo! Utilize luminárias e lustres para criar efeitos de luz e sombra. O uso do abajur também está liberado, esses pontos indiretos de luz deixam o local mais atrativo, aposte em revestimentos em linho ou seda para ficar ainda mais elegante.

2- Madeira e Metal enriquecem qualquer ambiente

 A madeira é um acabamento que nunca sai de moda e tem o poder de valorizar toda e qualquer decoração. Por ser um material nobre, capaz de aquecer o ambiente, traz um toque de naturalidade e ainda é muito fácil de ser combinado. O ideal é utilizar esse recurso em batentes de porta ou até mesmo em móveis maiores, neste caso escolha uma madeira fosca e combine com outras texturas como o verniz, por exemplo.

Aposte na reforma de acessórios antigos, utilize materiais mais sofisticados como o mármore e o vidro para substituir a base superior de alguma peça e você pode utilizar também latão bronze para os pés. O metal, principalmente em tons de dourado ou prata refletem luxo.

 3 -Acessórios: encontre luxo na simplicidade

 Aquela herança de família pode ser o toque de originalidade que faltava para sua casa. Itens antigos, ou feitos à mão, são verdadeiras relíquias carregadas de emoção e nostalgia.

Se gosta de livros e tem uma coleção deles, chegou a hora de expor todo seu acervo. Monte uma estante com todas as suas edições, mescle esse universo de papel com um pouco de natureza e, para isso, nada como o frescor das plantas para deixar o ambiente mais acolhedor.

Outro item indispensável para um décor de primeira, sem dúvida, são os espelhos. As superfícies com reflexo ampliam o cômodo e você pode posicioná-lo para enaltecer a parte mais bonita do ambiente.

Aproveite as diferentes formas e texturas das molduras para formar um jogo de quadros nas paredes e, se não quiser usar somente espelhos, pendure ilustrações, desenhos ou até mesmo fotos para compor o espaço.

Ou seja, as opções são diversas. Use a criatividade ou chame aquele decorador que já conhece seu estilo e deixe seu lar muito mais sofisticado, do jeitinho que você gosta.


As vantagens da automação residencial para o seu lar

Controlar funcionalidades remotamente permite a economia e segurança do lar.

Em um mundo cada vez mais focado na otimização de processos não só no mundo corporativo, a automação residencial já é uma realidade em muitos lares. Afinal, sua praticidade, comodidade e segurança conquistaram todos àqueles que buscam ambientes cada vez mais interativos e funcionais.

São inúmeros benefícios, como conectar todos os aparelhos à internet, interligando os dispositivos e compartilhando informações. Isso inclui utensílios domésticos, relógios, câmeras, caixas de som, aquecedores e sistemas de refrigeração, luzes, televisões e o que mais o usuário desejar. Sendo possível controlar, com o mínimo esforço, cada vez mais objetos e sistemas da casa.

Veja abaixo quatro vantagens desse segmento:

Multi-room

O chamado multi-room é usado para integrar os cômodos a partir de um mesmo sistema de áudio e vídeo, de forma que cada ambiente tenha uma programação independente do outro. Ou seja, enquanto na sala de estar, para a recepção de visitas, pode ser programado um show de jazz na televisão, ao mesmo tempo em que seu áudio toca pelo ambiente, na cozinha pode ser exibida uma programação totalmente diferente.

O diferencial desse sistema é, justamente, permitir que todas as pessoas que estejam na residência aproveitem cada cômodo da maneira como preferirem, sem a necessidade de cada ambiente contar com aparelhos diferentes.

Iluminação pré-agendada

A tecnologia também auxilia no quesito iluminação dos ambientes. Existem programações diferentes para cada evento, como festas, jantares ou sessões de cinema, além de esse dispositivo inteligente apagar, de forma automática, as luzes de cômodos que estejam vazios.

Cortinas e persianas também podem ser controladas pelo sistema de automação, a partir de pequenos controles móveis, aparelhos fixos nas paredes e, até mesmo, por meio dos celulares.

Controle remoto

O aparelho de celular não poderia ficar de fora nesse assunto, considerando tamanha diversidade de aplicativos existentes nos dias atuais. Por isso, uma tendência no quesito automação residencial é usufruir dessa facilidade para aumentar a segurança, a economia e a comodidade de casas e apartamentos.

O diferencial é conseguir gerenciar a automação residencial à distância. Afinal, quem não gostaria de chegar em casa e já encontrar o quarto fresco, com o ar-condicionado ligado?

Segurança

Esse é outro fator muito favorecido pela automação, já que, remotamente, você poderá ligar as luzes externas e internas da casa, as trancas das portas e do portão e o sistema de alarme, além de monitorar as câmeras de segurança.

Também é possível ter o controle de acesso à residência por meio de senhas, e ser notificado quando alguma porta se abrir. Assim, você fica sabendo, imediatamente, quem entrou ou saiu.

E todos esses controles podem ser pré-agendados para que, diariamente, estejam em funcionamento nos horários e condições determinados.


Vai comprar um imóvel? Confira 3 itens fundamentais para serem avaliados

Comprar um imóvel nem sempre é uma tarefa fácil. Hoje, com o imediatismo da internet e sites especializados em mercado imobiliário, é possível fazer uma série de pesquisas, filtrando-a de acordo com as especificações pedidas. No entanto, nem a tecnologia pode suprir um bom corretor de imóveis para oferecer toda a atenção e sugestões para o perfil de necessidades da sua família.

Visitar o local, reconhecendo todos os detalhes do imóvel, bem como avaliar o bairro, vizinhos e comércios que possam ser úteis em seu dia a dia é fundamental. Outro ponto importante, especialmente para aqueles que optarem por apartamentos, é verificar qual é a estrutura do condomínio, analisando o que ele oferece de atrativos, como lazer completo, salão de festas, sala para jogos, entre outros.

“A análise criteriosa antes de fechar o negócio é importante para encontrar o imóvel dos sonhos. Até porque, depois de fechar negócio, vai ser uma frustração descobrir que aquele bem, que tem o valor alto, não é exatamente o que foi desejado. Isso pode gerar um trauma na família e um problema dentro de casa”, diz José Augusto Viana Neto, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP), em entrevista ao portal Zap Imóveis.

Por isso, e para que você possa se preparar na pesquisa do imóvel de seus sonhos e não cair em nenhuma surpresa, separamos abaixo três itens fundamentais que você precisa se atentar neste momento tão importante. Confira:

  1. Avalie a localização: analise a proximidade com escola de filhos, do trabalho, transportes, etc. Se for perto de tudo isso, será melhor ainda para economia e qualidade de vida. Não deixe de verificar a segurança da região e atrativos de lazer.
  2. Detalhes do imóvel: imóveis novos e na planta são sempre vantajosos, pois você poderá conferir diretamente como ele será construído e como serão os acabamentos. Mas caso esta não seja a sua opção no momento, avalie idade do prédio, fiações, parte hidráulica, infiltrações, reformas realizadas, etc. Ou seja, tudo o que diz respeito à estrutura do local e disposição de cômodos, se estão de acordo com sua necessidade. Condições de armários também é muito importante de se avaliar.
  3. Iluminação e ventilação: esse é um dos pontos que mais são valorizados em um imóvel. Portanto, não deixe de se atentar à incidência da luz do sol, se é nascente ou tarde, se há boas janelas e que possibilitem a corrente de ar.

Tendência na pandemia: imóveis maiores e com mais conforto

A pandemia mudou o estilo de vida das pessoas, comportamento e também o tipo de interesse por imóvel. Ficando mais tempo em casa, seja por uma atividade de home office ou pela necessidade do isolamento, os atuais compradores querem mesmo é mais conforto, espaço e bem-estar. Afinal, o lar será seu principal espaço durante todos os dias de trabalho e de convivência com a família.

Segundo pesquisa divulgada pelo Sindicato da Habitação (SECOVI), a procura por apartamentos com varanda gourmet ou churrasqueira, por exemplo, cresceu 195%. A necessidade do home office também está contribuindo para a busca de mais espaço, o que fez com que imóveis acima de 120 m2 também estejam entre os mais procurados, assim como os acima de 200 m2. No primeiro caso, por exemplo, o aumento foi de 100%.

Os itens lazer, praticidade, conforto e qualidade são pontos que também estão sendo levados em consideração na decisão, assim como a idoneidade de construtoras. Afinal, em tempos de incertezas econômicas, comprar de uma empresa que tem referência e tradição na cidade faz toda diferença.

E em todos esses itens, a Construtora Miramar atende a essa demanda atual. Com uma história sólida, a empresa possui diversos lançamentos que estão disponíveis e que contam com esses atributos citados. Confira no link as opções: https://construtoramiramar.com.br/


Futuro presente: imóveis se transformam em casas inteligentes por meio da internet das coisas

Já imaginou comandar objetos de uso cotidiano por celular ou comando de voz? Esta é a internet das coisas (ou IoT – Internet of Things), capaz de conectar itens físicos inanimados com o objetivo de facilitar o dia a dia das pessoas.

Na construção imobiliária moderna, que tem investido em modelos de apartamento cada vez mais automatizado e conectado, já é comum observar a ação da IoT, agilizando tarefas e facilitando processos por meio da tecnologia. Todas essas inovações são permitidas por meio da internet das coisas, que transforma imóveis em casas inteligentes e podem modificar a relação que estabelecemos com as residências.

Com a internet das coisas é possível controlar diversos, como geladeiras, máquinas de lavar roupas, aparelhos de ar-condicionado ou lâmpadas, que recebem comandos do usuário sem a necessidade do uso manual e, em alguns casos, é possível programar até mesmo fora de casa.

Na automação residencial é possível também utilizar reconhecimento facial ou biométrico para entrar no imóvel, instalar sensores em portas e janelas, sem contar com o monitoramento residencial, que notifica o morador ao sinal de tentativas de arrombamento.

Embora a IoT ainda não tenha emplacado no Brasil como nos Estados Unidos, por exemplo, as novidades tendem a tornar condomínios e casas em ambientes confortáveis e seguros, com funcionalidades a partir da conveniência. Lares conectados e integrados à rotina dos moradores serão cada vez mais comuns daqui para frente.

Inovação e conforto

O Vianna Home, empreendimento da Construtora Miramar é um exemplo de apartamento conectado. Projetado para um público jovem e antenado, busca alinhar a vida digital e real com tecnologia de ponta, proporcionando facilidades aos seus moradores. Infraestrutura preparada com tomadas nas vagas de garagem para veículos elétricos e sistema de fechadura eletrônica, que proporciona mais segurança aos condôminos, são alguns exemplos encontrados no empreendimento.

Confira mais informações sobre este empreendimento aqui: https://construtoramiramar.com.br/vianna-home/

 


Hortas em apartamento: tendência e necessidade nos dias de isolamento

Os meses de isolamentos trouxeram muitos aprendizados às pessoas em diversas áreas. Uma delas foi na parte de decoração de interiores com a busca por desenvolvimento de hortas caseiras, que foi altamente procurada no período. De acordo com o Google Trends, sistema que mostra tendências de busca, o termo “horta em apartamento”, por exemplo, teve um crescimento repentino a partir de março, com pico, principalmente, na primeira quinzena de maio.

A redução das saídas aliada à busca por uma vida mais saudável, além de criar um ambiente mais agradável para se estar diariamente, são algumas das razões apontadas por especialistas. O cultivo de hortas em apartamento é, inclusive, uma tendência que tem levado à publicação de livros, desenvolvimento de aplicativos, entre outras ações que possam ajudar às pessoas nesse movimento em prol de uma vida urbana mais agradável.

O empreendimento Reserva Brasil, da Construtora Miramar, é um exemplo já antenado a essa necessidade e traz elementos naturais como incentivo a atividades que gerem sustentabilidade. Em seu projeto paisagístico, assinado pelo o arquiteto e paisagista Benedito Abbud, é possível encontrar árvores frutíferas como jabuticabeiras e pitangueiras, hortas com temperos e ervas na área gourmet, além de toda sua decoração remeter a temas ligados à natureza.

E para ajudar aqueles que buscam por esse prazer doméstico, a Embrapa, com seu projeto “Embrapa-Hortaliças”, trouxe durante a pandemia cursos on line gratuitos sobre como fazer hortas em pequenos espaços. As indicações da instituição mostram que as plantas mais recomendadas para esses ambientes são coentro, salsinha, cebolinha, alface e manjericão. “Mas é possível plantar até pimentão e tomate”, garantem.

O Greenpeace é outra instituição que separou diversas dicas para o período da pandemia, como essas abaixo e as quais estão no artigo “Horta em casa: uma conexão com a natureza durante o isolamento”:

1º passo – Decidindo onde plantar

Se você tem quintal, separe uma pequena área para a horta. Para quem mora em apartamento, existem várias espécies que podem ser plantadas em vasos (caso tenha dificuldade em encontrar vasos porque o comércio está fechado, improvise com objetos que tiver em casa, como copos, garrafas pet e embalagens de plástico).

Em qualquer situação, é importante que o local escolhido receba luz do sol em pelo menos um período do dia.

Opções boas para quintais: pepino, mamão, abóbora, abacaxi, banana, repolho, tomate, couve e berinjela.

Opções boas para vasos: rúcula, manjericão, tomate cereja, alecrim, hortelã, morango, cebolinha, pimentão, salsa, coentro e alface.

2º passo – A terra precisa de preparo

Você pode comprar a terra já adubada. Caso não a encontre, enriqueça-a com adubos orgânicos como húmus de minhoca. Cuidado com a concentração — observe a dosagem na embalagem.

Revolva a terra, porque ela não pode estar compactada. Se não adiantar, acrescente um pouco de areia.

3º passo – Escolhendo o que plantar

A escolha do que plantar depende do quanto você tem de espaço, como já falamos, e luz (veja no 4º passo). Como a orientação é evitar sair de casa, tente usar sementes e brotos dos alimentos que você já tem, ao invés de comprá-los. E tente priorizar alimentos sem agrotóxicos, que fazem muito mal à sua saúde e ao meio ambiente.

Plantas aromáticas também são uma boa opção para quem quer cultivar horta em casa. Orégano, alecrim e tomilho, por exemplo, são um chamariz para abelhas, nossas amigas polinizadoras. Assim, além de deixar seu lar perfumado, você oferece a esses insetos tão importantes para a natureza a matéria-prima que precisam para existirem.

 


A tendência do home office e 5 dicas para você adaptar sua casa a esse modelo de trabalho

Em janeiro deste ano, a revista Consumidor Moderno já apontava em uma reportagem que o home office seria uma tendência de trabalho em 2020, devido a algumas pesquisas de busca realizadas no Pinterest, uma rede social muito voltada às artes, imóveis, arquitetura e decoração. Mas eles nem imaginavam o que viria nos meses seguintes.

O isolamento social, causado pela pandemia do coronavírus, com certeza acelerou esse modelo, que tem se mostrado cada vez mais eficiente, principalmente para aquelas atividades em que tecnologia está envolvida nos processos. Uma reportagem da Agência Brasil mostrou em abril deste ano que o número de empresas que pretendem adotar o home office após a crise do novo coronavírus deve crescer 30%, segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Tendências de Marketing e Tecnologia 2020: Humanidade Redefinida e os Novos Negócios.

Mas implantar um home office nem sempre é tão simples, se sua residência não tiver a estrutura adequada para tal. Pare e pense:  sua casa está preparada para receber esse modelo? Você sabe por onde começar? Se ainda não estiver, listamos abaixo 5 dicas fundamentais para ajudá-la(o) a começar seu home office o quanto antes:

  1. Localização: pense em qual área da sua casa, você terá menos interferência e se terá disponível tomadas e cabeamentos necessários para ligar computador e internet. Uma rede wi-fi vai ajudar muito também.
  2. Iluminação: a iluminação está adequada? Veja se o local tem uma luz natural suficientemente boa para que você utilize o menos possível de luz artificial, afinal ficar em casa trabalhando o dia todo vai consumir uma boa parte da energia elétrica.
  3. Ergonomia: essa, que já era fundamental nos escritórios, também precisa existir em seu home office. Cadeiras e mesas apropriadas, boa postura e pausas para um relaxamento são fundamentais. E não se esqueça que a boa iluminação também é importante nesse aspecto para cuidar da saúde dos olhos.
  4. Crie uma rotina: manter uma rotina de trabalho é também fundamental nesse processo. Pense da mesma forma como se estivesse indo trabalhar no escritório: acorde cedo, tome banho, café, se arrume. Nada de fazer home office de pijama! Isso realmente não vai ajudar em sua produtividade.
  5. Ferramentas: e que tal começar a usar ferramentas on line para ajudar em sua organização de tarefas e comunicação com os colegas de trabalho? Existem diversas no mercado, entre elas Trello, Runrun.it, Slack, Zoom, Google Met, o próprio Whastapp e Skype. São fáceis de usar e com certeza se tornarão um apoio importante neste período.

Quando sua residência já está adaptada à modernidade

Ter uma casa já pronta para receber esta tendência do home office pode facilitar muito. É o caso do empreendimento Vianna Home, localizado no bairro Boqueirão, em Santos (SP), que tem na praticidade e tecnologia seu carro-chefe.

Todos os apartamentos do conjunto foram construídos com infraestrutura para receber automação (IoT) e tomadas USB. Além disso, na área comum existe um espaço de co-working, também todo preparado para atividades de trabalho ou realização de reuniões.

Além dessa infraestrutura para receber uma verdadeira estação de trabalho em casa, o Vianna Home se destaca também pela presença de inovação na parte de segurança e garagem: todas as suas fechaduras são eletrônicas e é o primeiro edifício residencial em Santos com estrutura para receber tomadas para veículos elétricos.

Bacana, não é mesmo? Sua já está pronta para colocar a mão na massa, ou melhor, as mãos no computador como estes apartamentos do Vianna Home? Gostou do empreendimento? Conte para nós e se quiser aproveitar para conhecer o imóvel, é só nos contatar por este link: https://construtoramiramar.com.br/vianna-home/


Saiba como ter um imóvel sustentável e contribuir para sua qualidade de vida

A construção imobiliária moderna vem apostando cada vez mais em empreendimentos tecnológicos e sustentáveis, que, além de proporcionar mais conforto e qualidade de vida, colaboram diretamente com o meio ambiente. A captação de energia solar e o reaproveitamento da água da chuva são exemplos que vêm sendo aplicados com sucesso na construção civil e, aos poucos, deixaram de ser tendência e transformaram-se em práticas necessárias de reponsabilidade ambiental, capazes de mudar espaços e hábitos diários.

Mas as inovações não se limitam a imóveis novos, pois é possível ajustar cada construção a um consumo consciente com ações simples no dia a dia. Abaixo listamos algumas dicas que podem proporcionar sustentabilidade a sua residência, ao mesmo tempo que dão charme e, ainda, podem contribuir para a valorização do imóvel.

 

Como ter um imóvel sustentável com ações simples no dia a dia

 

  1. Luz natural

Para quem possui grandes janelas, a iluminação natural, sempre presente no planejamento de designers e arquitetos, é um ponto que deve ser aproveitado. Elas oferecem ótima circulação de ar, economia de energia pois não haverá necessidade de uso de luz artificial, além de sofisticação para ao imóvel. Um ambiente clean é sempre mais confortável, sem falar que a presença da luz solar pode contribuir também com a saúde na produção de vitamina D.

 

  1. Lâmpadas de led

A iluminação em led oferece grandes benefícios para o ambiente, na contramão das fluorescentes e incandescentes, as lâmpadas de led possuem maior vida útil e economizam em 80% o consumo de energia. São, portanto, mais ecológicas, apresentam baixa emissão de calor e funcionam em baixa voltagem. Uma verdadeira tecnologia verde.

 

  1. Equipamentos inteligentes

A tecnologia e construção ecológica estão crescendo como aliadas e tendem a progredir com a presença de equipamentos inteligentes, que contam com prevenção de gastos de água, sem mencionar a praticidade. Um exemplo é a instalação de pias ou chuveiros com emissão de água automática, entre outras opções.

 

  1. Sistema de reuso de água

A reutilização, tão importante quanto o consumo consciente de água, contribui diretamente para o meio ambiente evitando o desperdício de águas limpas. Esta prática pode ser utilizada com a água da chuva, por exemplo, para irrigar plantas, lavar varandas e demais atividades domésticas.

 

  1. Cultivar plantas

Ter jardim ou até mesmo uma horta em casa é um benefício e tanto. As plantas, melhoram a qualidade ambiente do ar e ajudam a controlar a temperatura do local. Já o cultivo de hortaliças proporciona o consumo de alimentos orgânicos, frescos e livres de agrotóxicos. Com esse foco a construtora Miramar desenvolveu o empreendimento Reserva Brasil, que traz hortas e árvores frutíferas em seu projeto paisagístico para incentivar os moradores a terem suas hortas caseiras.

 

  1. Separar o lixo

Plástico, metal, vidro, papelão e lixo orgânico precisam ser separados. A coleta desses materiais individualmente evita que eles sejam despejados em lixões ou aterros sanitários e demorem anos para se decompor, a prática diminui a exploração de recursos naturais e a poluição do solo, da água e do ar.

 

Conferiu que com ações simples também é possível estar engajado na proteção da natureza e inovar no design da sua residência? Já promove essas ações no seu dia a dia?  Gosta de sustentabilidade ligada à arquitetura? Então conte para nós o que acha mais importante para gerar um imóvel sustentável e compartilhe conosco uma dica para as pessoas fazerem também em suas casas.

Optima Comunicação Estratégica